Seguidores

segunda-feira, 14 de março de 2011

Eu já fiz

  • Eu já desafinei no culto e passei vergonha,
  • Eu já tive vontade de sair no meio da minha ministração de um culto à noite,
  • Eu já chorei ao ver uma pessoa adorando,
  • Eu já senti vontade de abraçar uma pessoa quando a vi chorar com minha ministração,
  • Eu já orei pedindo vingança, não adiantou...
  • Eu já cantei uma música inteira de olhos fechados.  Estava com muita vergonha...
  • Eu já tentei passar a ministração de um culto para uma outra pessoa,
  • Eu já cantei com raiva, e toquei também...
  • Eu já cantei com tristeza, e toquei também...
  • Eu já ministrei pra mim mesmo; motivação total!
  • Eu já errei um solo de guitarra que estava decorado,
  • Eu já tentei ser diferente de mim mesmo na igreja, não consigo...
  • Eu já senti vontade de ministrar sozinho no culto,
  • Eu já chorei de tristeza e medo num culto,
  • Eu já toquei com muita emoção e unção,
  • Eu já me achei melhor que o Roger Franco (guitarrista),
  • Eu já arrazei cantando,
  • Eu já arrazei tocando,
  • Eu já pensei em sair, e não voltar...
  • Eu já pensei em não desistir jamais,
  • Eu já ministrei para o meu pai,
  • Eu já ministrei para minha mãe,
  • Eu já ministrei para minha esposa,
  • Eu já ministrei para minha irmã,
  • Eu já senti a mão do MESTRE,
  • Eu já ouvi o REGIDO do LEÃO,
  • Eu sempre vejo o AMADO LEÃO,
  • Eu já amei muito meu ministério, e ainda o amo...
  • Eu já tive vontade de voar,
  • Eu já tropecei no púlpito,
  • Eu já quebrei cordas de guitarra no meio da música,
  • Eu já chorei cantando, é o que mais faço hoje...
  • Eu já chorei fazendo um solo de guitarra, é o que mais amo fazer...
  • Eu já tive a impressão que estava dançando com o LEÃO,
  • Eu já tive a impressão que Jesus dançava minha música,
  • Eu já gritei por socorro no meio de uma música,
  • Eu já tive a impressão que o solo de minha guitarra invadia o inferno,
  • Eu já fui canal de liberteção através dos meus solos.
Eu fiz tanta coisa boa e gostosa e ainda quero fazer muito mais e não me arrepender.

Um comentário:

henriete Mallena disse...

Todas as sensações, se tornam impressões digitais na alma de quem decide viver mais que tocar,
adorar, mais que emitir sons.
Que sabe além de tudo, que existem ouvidos nos céus para a canção que ecoa da alma.
Aquele, porém, que anda em fé, e que não teme mais nada, e que de nada se ocupa quanto ao morrer ou quanto ao encontro com a dor..., esse caminha livre, e, estranhamente, desse também os males fogem...

Creia nisto!
Henriete Mallena